Mais de 17 mil pessoas foram impactadas no primeiro semestre de 2018

19/07/2018

materia-atendimento

Sorrisos, olhares, cantaroladas, pequenos gestos e conversas bem-humoradas revelam – ora de maneira singela, ora escancarada – que as narrações de histórias e as músicas estão impactando positivamente o ambiente hospitalar.

Apenas neste primeiro semestre, 17.628 pessoas tiveram a oportunidade de vivenciar esses momentos comandados pelos arte-educadores da Arte Despertar, em sete hospitais da capital paulista.

São pacientes, profissionais da saúde e acompanhantes que, diante da tensão natural presente nas instituições de saúde, conseguem acessar o melhor de si, se acalmar e vislumbrar dias melhores.

“A Arte Despertar traz muita alegria. É emocionante de ver, porque a gente está no hospital e esquece disso por um minuto. Eu esqueci que estava no hospital só de ver a alegria do meu filho, o sorriso dele, de ouvir ele cantar, de estar num ambiente diferente. Eu acho que até ele também acaba esquecendo. Diminui o sofrimento, diminui a dor, com esses momentos de alegria que a música traz”, destaca Joana Maurinho Ferreira Leão, mãe de João Pedro Ferreira Leão, em tratamento no Grupo de Apoio ao Adolescente e à Criança com Câncer (GRAACC).

Em sua estadia no Instituto Central do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, a paciente Giovana Botelo também se sentiu impactada pelas intervenções da Arte Despertar. “Gostei muito, não esperava. Dá um tom de leveza, de sonho, de resgatar o sonho da nossa juventude. A música sempre aquece o coração”, resume Giovana.

Para a técnica de enfermagem na Hemodiálise do Instituto Central do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, Carolina Cristina de Souza, os efeitos da narração e da música transcendem os pacientes e atingem em cheio os profissionais da saúde. “A gente fica bem menos estressado, mais relaxado. E a música transporta os pacientes para um outro lugar”, frisa Carolina.

Realizado no âmbito da Lei Rouanet, o Projeto Promovendo Cultura nos Hospitais conta com o patrocínio de pessoas físicas e das empresas ABL Antibióticos do Brasil, Bexs Banco de Câmbio, Brabus Mitsubishi Motors, Bristoll Myers Squibb Brasil, CDF., Companhia Melhoramentos Norte do Paraná, Companhia Nitro Química Brasileira, Drogaria São Paulo (Grupo DPSP), Grupo Ultra, Magazine Luíza e Vidroporto.

Duas vezes por semana, em dois períodos diferentes, as intervenções da Arte Despertar são realizadas nos seguintes hospitais: Grupo de Apoio ao Adolescente e à Criança com Câncer (GRAACC); Hospital Infantil Darcy Vargas; Hospital Municipal Tide Setúbal; Instituto Central do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP (IC); Instituto do Câncer do Estado de São Paulo (ICESP); Instituto do Coração do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP (InCor) e Santa Casa de Misericórdia de São Paulo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado


5 × 2 =

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>