Curso de narração de histórias é concluído com mais de 400 participantes

25/07/2018

Autarquia 1

O curso de narração de histórias da Arte Despertar acaba de encerrar um novo ciclo. Mais de 400 pessoas aprenderam as técnicas ensinadas pelos arte-educadores da Arte Despertar e tiveram a experiência de fazer a sua primeira apresentação em público.

Foram realizadas, no total, 16 turmas em sete espaços culturais e duas instituições de saúde. O projeto foi desenvolvido no âmbito do ProAC, com patrocínio da Track & Field, UBV e União.

Na avaliação de Alexsandra Celeste Silva, que participou de uma das turmas no IBEAC, o curso superou as expectativas à medida que acessou emoções até então desconhecidas por ela. “Adorei o curso. Já havia feito outros cursos de contação que eram focados na técnica. Neste curso, além de termos o aprofundamento técnico, a parte humana é muito desenvolvida. Senti que o curso mostrou como as histórias podem ser cultivadas”, relata.

Para Carina Nascimento Bessa, participante na Biblioteca Mário de Andrade, os aprendizados foram importantes para seu desenvolvimento pessoal e profissional. “Amei fazer este curso. Foi muito rico para mim em termos de ampliação de repertório, como instrumento de educação e resgate de nossas tradições e história”, destaca.

Nas instituições de saúde, o curso ganha contornos ainda mais especiais, ao permitir que os profissionais enxerguem a si mesmos e aos pacientes de uma outra forma – e transformem a sua atuação no ambiente hospitalar.

A diretora-presidente da Arte Despertar, Regina Vidigal Guarita, reforça a importância de propiciar esses momentos aos profissionais da saúde. “A contação de histórias inspira, faz sonhar, permite a cada um criar sua história, aciona o universo imaginário, trabalha os sentidos a partir da visão com imagens e da audição pelos instrumentos percussivos. Esses fatores são responsáveis pela mudança de estado de espírito daquele que escuta a história quando a toma para si e, neste momento, é acionado o lado saudável deste indivíduo, transformando seu momento”, explica Regina.

“Cada rosto, cada história estará para sempre em meus olhos e no meu coração”, disse Izilda Rodrigues participante no Hospital Municipal Tide Setúbal.

Participaram as instituições de saúde Hospital Municipal Tide Setúbal e Autarquia Hospitalar Municipal e também os espaços culturais Biblioteca de São Paulo, Biblioteca Parque Villa Lobos, Casa das Rosas, Biblioteca Mário de Andrade, Centro Cultural Aúthos Pagano, Ibeac e Museu da Imagem e do Som (MIS).

Novos cursos em breve

A Arte Despertar já iniciou a captação de recursos para um novo ciclo de cursos de narração de histórias em hospitais e espaços culturais. Para mais informações sobre como doar para o Projeto e deduzir dos seus impostos, acesse aqui.

O que é o curso?

Comandado por uma dupla de experientes narradores de histórias, o curso apresenta fundamentos, técnicas e benefícios de se trabalhar a narrativa oral, assim como a relevância da narração de histórias para o autoconhecimento e o desenvolvimento de competências e habilidades.

O conteúdo programático aborda os vários tipos de histórias – como lendas, mitos, fábulas, história de origem, contos de fadas, entre outros; a relação com a música; abordagens para se contar uma história; técnicas de interpretação, oralidade e improvisação; e o papel do contador de história ao longo da história universal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado


× 2 = 8

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>